Thursday, 7 June 2012

NICO FIDENCO's back - May 1965

Nico Fidenco had been instrumental in the 1963 Italian music invasion of Brazil. His 'Legata a un granello di sabbia' was the very first Italian record to break into the Brazilian charts, almost at the same time as Emilio Pericoli's 'Al di là' was going up the charts too. 

Nico Fidenco was one of the first of the new Italian acts to sign with TV Record having sung at Teatro Record from 16 to 22 September 1963

Peppino di Capri had actually performed at the same theatre a year earlier in 1962, but Capri had been then part of the 'twist craze' and not especifically part of the 'Italian invasion' that only took place from 1963 on. 

Now, in May 1965, two years later, Nico Fidenco was back and just like in 1963 when he had 'Legata a un granello di sabbia' in the charts, this time he had 'A casa d'Irene' (At Irene's house) which describes a gothic gloomy whorehouse somewhere near Hell. 


Nico Fidenco em reportagem da Fatos & Fotos de 29 Maio 1965.



Nico Fidenco ensaia no Teatro Record da rua da Consolação em Maio de 1965.


Nico Fidenco e um Teatro Record vazio, exceto pelas três moças. Antigo Cine Rio, foi reformado em 1958 e re-inaugurado como Teatro Record em Janeiro de 1959, com a entrega do I Troféu Chico Viola, que premiava os 25 discos mais vendidos do ano anterior.


Nico Fidenco plays the Teatro Record piano.

Nico Fidenco foi o pioneiro da II Invasão da Musica Italiana no Brasil em 1963, com 'Legata a un granello di sabbia'. Juntamente com 'Al di là', que vinha como trilha-sonora do filme yankee 'Candelabro Italiano' [Rome adventure], Nico foi o primeiro dos cantores modernos da Península a se firmar aqui no Brasil.

Se apresentou no mesmo Teatro Record entre 16 e 22 de Setembro de 1963, no auge do sucesso local de 'Legata a un granello di sabbia', já que na Europa ela tinha sido sucesso em 1961. Naquele tempo era assim mesmo; os sucessos estrangeiros demoravam entre 1 e 2 anos para chegarem por aqui.

Segundo a F& F, na plateia do Teatro Record, entre os curiosos, estava sua namorada paulista Eneida Jalena, vedete da Record. O romance fora iniciado em setembro de 1963. Nico partira, mas continuou mandando cartas e cartões de todos os recantos do globo. Ela fala de um namoro sério, mas ele prefere mudar de assunto.

Advogado de profissão, Domenico Colarossi, que já compunha, apareceu no cinema em substituição a Paul Anka, no filme 'Os Delfins', transformando sua cançao 'Su nel cielo' em campeã de vendagem, projetando-o como cantor e compositor.

reportagem Fatos & Fotos, de Helga Von Sydow
fotos de Geraldo Móri & Thomas Scheier.


Thomas Milian & Claudia Cardinale em 'I Delfini' de 1960.

No comments:

Post a Comment